Daniel realiza shows na Europa no mês de maio

Daniel realiza shows na Europa no mês de maio

O cantor Daniel inicia no próximo mês, em Portugal, uma turnê que vai passar também pela Bélgica, Inglaterra e França. A primeira parada será na terra Natal de sua avó materna, em Portugal, para três shows (dia 01/05 no Coliseu do Porto, dia 03 no Casino da Figueira da Foz, e dia 04 no Coliseu de Lisboa) e também para o lançamento do seu CD “Daniel”, pela Universal Music.

Carro-chefe do álbum que já foi lançada em Portugal no último dia 24 de março, a canção “Inevitavelmente” certamente compõe o set list desta turnê. O clipe de “Inevitavelmente” já ultrapassou a marca de 2.6 milhões de visualizações, no Youtube. A faixa foi escrita por Cesar Lemos, Edu Valim e Renan Valim. Com a direção de Jacques Junior, da Jacques Video, o clipe conta com cenas de Daniel interpretando a música no palco do Cine São José, em Brotas/SP, sua cidade natal, e imagens do casal de atores na Ilha do Mel, em Paranaguá/PR, e em Maringá/PR.

Daniel está voltando a Portugal depois de seis anos do show no Brazilian Day Lisboa e fará também uma agenda de divulgação na imprensa portuguesa apresentando este projeto de músicas inéditas. As apresentações seguem depois para Bélgica, em Bruxelas (Birmingham Palace), no dia 05/05, depois para a Inglaterra, em Londres (Indigo O2) no dia 06/05, e encerra na França, em Paris (Sala Jean Vilar Argenteuil) no dia 07/05.

Com uma carreira artística de mais de 30 anos e repleta de êxitos, cantar fora do Brasil não é novidade para ele, porém confessa que a expectativa é sempre grande. “Carrego uma grande responsabilidade de levar a música brasileira para aqueles que estão fora do país e sentem uma enorme saudade, mas, também para o público local que me honra com sua acolhida sempre que faço shows no exterior”, disse o cantor.

O certo era nem pensar em voltar
Nem mais te ver
Nem te ligarO certo era a gente nem conversar
Tentar fugir
Nem procurarMas quando eu te vejo ainda dói
Se chega de surpresa me corrói inteiro
Eu entro em desesperoNão me lembrava de você sem mim
A gente foi tão feliz
Por quê?

Se eu pudesse escolher
Nunca teria amado
Você

Mas a chuva não pede pra cair
O sol tem hora certa pra nascer
Será que estava escrito
Que eu iria te perder, não
A tempestade vai se acalmar
O rio sempre volta pro mar
Inevitavelmente um dia a gente vai voltar
Vai voltar, oh

 

Fonte: Almanaque Sertanejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *